Posts Tagged ‘Vida’

Derramando o coração

25/10/2010

O Senhor diz: “Invoca-Me no dia da angústia” (Sl 50:15). Convida-nos a Lhe expormos nossas perplexidades e carências, e nossa necessidade de auxílio divino. Exorta-nos a perseverar na oração. Logo que surgirem dificuldades, devemos apresentar-Lhe nossas petições sinceras e francas. Pelas orações insistentes evidenciamos nossa forte confiança em Deus. O senso de nossa necessidade nos induz a orar com fervor, e nosso Pai celestial é movido por nossas súplicas (Parábolas de Jesus, p.172).

Orar corretamente é, com fé, pedir a Deus as coisas de que realmente você necessita. Vá ao seu quarto ou em algum lugar retirado e peça ao Pai que o ajude por amor de Jesus. Há poder na oração que sobe de um coração convencido de suas fraquezas mas que fervorosamente deseje a força que provém de Deus. A oração sincera e fervorosa será ouvida e respondida (A Fé Pela Qual Eu Vivo [ MM 1959], p.224).

Fonte: Comentários de Ellen G. White sobre a Lição da Escola Sabatina, Figuras dos bastidores, p.20.

Tenha uma ótima semana na companhia de Jesus.

Anúncios

“Não frequento [a IASD] há muito tempo”

22/10/2010

Luana Piovani afirmou ao Jornal da Tarde desta segunda-feira (18) que aceitaria posar nua caso recebesse um bom cachê. “Eu aceitaria, claro. Inclusive já falei isso para a Playboy. Se eles tivessem fazendo poupança desde o primeiro dia que me convidaram e me oferecessem uma grana boa, já teria posado”, afirmou. A atriz preferiu não citar valores do cachê que gostaria de receber. “Eu não sei [um valor]. Mas teria de ser muito mais do que já me ofereceram”, disse. Ela também falou sobre Dado Dolabella, com quem namorou até outubro de 2008 e rompeu após sofrer uma agressão física e processá-lo. Luana disse que o assunto é “coisa do passado”. “O episódio com Dado Dolabella ficou pra trás. Só que, toda hora, as pessoas tocam no assunto [da agressão]. E eu não tenho vergonha de falar.” Luana também falou sobre sua religiosidade. “Minha avó era evangélica, minha mãe é evangélica e eu sou evangélica. Somos da Igreja Adventista. Não frequento há muito tempo porque tenho uma vida corrida.”

(Quem)

Nota: “Que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Marcos 8:36). Quando a fama acaba e o dinheiro se mostra incapaz de satisfazer as necessidades da alma, o que fazer? Para onde correr? Espero e oro para que Luana tenha tempo de correr para Aquele – o único – que pode lhe trazer paz e esperança. Como ela, há muitos por aí cuja “vida corrida” impede de se voltar para Deus e Sua igreja. Estão trocando ouro por bijuteria. Para esses corredores fujões, Deus diz: “Aquietai e sabei que Eu sou Deus” (Salmo 46:10).

Fonte: Michelson Borges

Pensando no futuro

21/10/2010

Pais, dediquem seus filhos ao Senhor e lembrem-lhes sempre de que pertencem a Ele, que são os cordeiros do rebanho de Cristo, vigiados pelo verdadeiro Pastor. Ana dedicou Samuel ao Senhor, e dele se diz: ‘E crescia Samuel, e o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as Suas palavras [as palavras do Senhor por intermédio de Samuel] deixou cair em terra’ (1Sm 3:19). No caso deste profeta e juiz de Israel, são apresentadas as possibilidades postas diante do filho cujos pais cooperam com Deus, efetuando a obra que lhes é designada” (Ellen G. White, Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, p. 143).

“Que recompensa teve Ana! E que estímulo para a fidelidade é seu exemplo! Há oportunidades de inestimável valor, interesses infinitamente preciosos, confiados a toda mãe. “A humilde rotina dos deveres, que as mulheres têm considerado fastidiosa tarefa, deve ser encarada como obra grandiosa e nobre. É privilégio da mãe abençoar o mundo por sua influência e, fazendo isto, trará alegria a seu próprio coração. Ela pode fazer retas veredas para os pés de seus filhos, através de claridade e sombra, em direção às alturas gloriosas do Céu. Mas unicamente quando procura em sua vida seguir os ensinos de Cristo, é que a mãe pode esperar formar o caráter de seus filhos segundo o modelo divino. O mundo está repleto de influências corruptoras. A moda e os costumes exercem forte poder sobre os jovens. Se a mãe falta em seu dever de instruir, guiar e restringir, os filhos naturalmente aceitarão o mal e se desviarão do bem. Que toda mãe vá muitas vezes ao seu Salvador com a oração: ‘Ensina-nos o que faremos pela criança.’ Que ela atenda à instrução que Deus dá em Sua Palavra, e receberá sabedoria conforme a necessitar” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 572, 573).

Fonte: Lição da Escola Sabatina, Figura dos Bastidores, sexta 15.10.2010.

Quando a vida não é justa

21/10/2010

Quase todos nós fomos ensinados que, no fim, os bons sempre ganham e que colhemos o que semeamos. Frequentemente, levamos isso adiante e cremos que uma boa pessoa deve ter uma vida longa e boa, e que os maus podem esperar uma vida problemática e breve. Embora saibamos que o bem vencerá o mal no fim, quando Jesus voltar, a realidade é que os bons nem sempre ficam bem nesta vida e que os maus nem sempre se dão mal. Às vezes, até somos castigados por fazer o que é certo. Muitas vezes, Deus interfere e salva miraculosamente e protege Seus filhos, mas nem sempre é assim.

 Jônatas foi para Davi um amigo verdadeiro e fiel. Ele era intercessor e tentou o melhor que pôde para fazer as pazes entre Davi e Saul. Jônatas não era orgulhoso e estava disposto a abrir mão de seu direito ao trono. Igualmente, ele estava disposto a aceitar Davi como rei. Ele também era um bom filho. Deus já havia usado Jônatas antes para pôr em fuga um exército inteiro, e agora, o exército israelita mais uma vez enfrentava os filisteus. Talvez Jônatas pensasse que, uma vez mais, Deus operaria um milagre para salvar Israel. Naquele dia, Jônatas caiu no campo de batalha (1Sm 31:2).

Como João Batista, Jônatas é um exemplo dos que não conseguem alcançar o que parecem merecer na vida. Eles sofrem frequentemente, perdem posições de honra por causa de Cristo e, às vezes, até caem no posto de dever. Por mais insignificante ou até inútil que sua vida e sacrifício possam parecer, eles são figuras-chave nos planos de Deus. São motivados e sustentados pelo amor e pela presença de Jesus. Nascem para a grandeza – não necessariamente a grandeza que o mundo entende ou exalta, mas uma grandeza que vai além de nossas expectativas e conceitos humanos.

Sob a nossa perspectiva, acontece muita coisa que não faz sentido nem parece justo. Mas a promessa é de que, um dia, todas as coisas serão esclarecidas, e teremos as respostas para o que agora nos parece insondável.

 Leia 1 Coríntios 4:5, 13:12, Romanos 8:28, e Apocalipse 21:4. Que esperança você pode tirar dessas passagens quando enfrentamos perguntas difíceis.

Fonte: Lição da Escola Sabatina dos Adultos, Figura dos Bastidores, quinta 21.11.2010.

Deus é amor

14/10/2010

Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. 1 João 4:7, 8

Todo cristão sabe que Deus é amor. E se há um verso bíblico que todos sabem de cor, este é João 3:16: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira…”

É importante anunciar ao mundo que Deus existe, é o Criador de tudo, é onipotente, onipresente, onisciente, e é uma Trindade, constituída por Pai, Filho e Espírito Santo. Mas o fato de Deus ser amor supera em importância todos os Seus demais atributos, pois aqui está o coração do evangelho.

“Esta realidade distingue o Deus bíblico de todos os outros deuses”, diz o Dr. Fritz Guy. “Para nós é natural dizer que Deus é amor. Mas os antigos cananeus não diziam que Baal é amor. Os gregos não diziam que Zeus é amor. E os muçulmanos não dizem que Alá é amor. Somente o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, o Deus revelado em Jesus, o Messias, é que é amor.”

João diz que Deus é espírito (Jo 4:24), e esta declaração descreve a natureza divina como estando acima das limitações de tempo e espaço, mas nada diz sobre a possibilidade de mantermos um relacionamento saudável e feliz com esse Ser. João também diz que Deus é luz (1Jo 1:5), o que define o Seu estado de pureza e onipresença, mas isto pode trazer medo em vez de conforto. Mas quando ele diz que Deus é amor, o nosso medo é substituído pela confiança, dando-nos a certeza de que podemos lançar sobre Ele toda a nossa ansiedade, “porque Ele tem cuidado de [nós]” (1Pe 5:7).

A afirmação de que Deus é amor é de infinito valor para entendermos o plano da salvação, pois quando surgiu o pecado, somente um amor infinito poderia conceber um plano envolvendo a morte do Filho de Deus para salvar o homem. Em troca de um tão grande amor, Deus nos pede que O amemos sobre todas as coisas, e ao próximo como a nós mesmos.

Os adventistas são conhecidos como um povo que guarda o sábado, que não come carnes imundas, mantém escolas para os filhos, prestam assistência social, têm hospitais e uma porção de outras instituições e programas. Será que, um dia, poderíamos nos tornar conhecidos como uma comunidade em que o amor fraterno é um estilo de vida?

Fonte: Meditação Matinal, 14 de outubro de 2010.

Como Estrelas na Terra

05/10/2010

Contam-se nos dedos os bons filmes produzidos por Hollywood. Infelizmente, o mesmo pode ser dito de Bollywood, a indústria de cinema indiana. Por isso, é uma grata surpresa se deparar com pérolas raras como o filme “Como Estrelas na Terra – Toda criança é especial” (“Taare Zameen Par – Every child is special”, no original, lançado nas salas indianas no fim de 2007). O filme rapidamente conquistou uma legião de admiradores na Índia e no mundo, recebendo os prêmios de melhor filme e melhor ator pela crítica, além do prêmio de melhor direção, para Aamir Khan, e de melhor letra de música pelo Filmfare Awards. “Como Estrelas na Terra” revela extrema sensibilidade e consegue captar a magia do universo infantil, mostrando que crianças são crianças em qualquer lugar do mundo. A história é centrada em Ishaan Awasthi, de 8 ou 9 anos de idade, que sofre com dislexia, dificuldade de aprendizado e, pior, incompreensão. O filme contrasta o mundo massificante orientado para o capitalismo com a valorização do indivíduo, com suas diferenças, virtudes e defeitos. Incapazes de lidar com o “filho problema”, os pais de Ishaan resolvem matriculá-lo num colégio interno. Ali o garoto se fecha ainda mais em seu mundo depressivo. Com saudades da família e oprimido por professores insensíveis, o menino começa a “morrer” aos poucos. Mas tudo muda quando um professor de arte substituto chega ao colégio e percebe que há algo de errado com Ishaan. Tem início, então, a aventura de “ressuscitar” o garoto que, na verdade, se revela um gênio da pintura. É um filme emocionante, bem feito e que vale a pena ser visto por toda a família.

Fonte: Michelson Borges

Um pedido especial

28/09/2010

Eu tenho um pedido de oração e queria muito que vocês orassem pela Lídia ( mãe do Narcizo e da Naiara Rocha do CJB).
No final de 2008 descobrimos que ela estava com câncer (maligno) no intestino. Foi feita a cirurgia nesse mesmo ano. Os médicos tiraram o câncer do intestino.
Quando fez a cirurgia do intestino, os médicos perceberam que tinha  um  tumor  no fígado. Como não podia fazer as 2 cirurgias no mesmo momento, fez a cirurgia no intestino , começou a tomar quimioterapia no início de 2009 e depois de 11 meses fez a cirurgia no fígado.
Depois de um mês da cirurgia, fez alguns exames para continuar a tomar quimioterapia e percebeu que o câncer estava nos dois pulmões.Chegou a tomar uma quimioterapia especial e ficava 3 dias internada no hospital.
Em junho de 2010 perceberam que a quimioterapia não estava adiantando e o câncer voltou para o Fígado. Agora ela está tomando outro tipo de quimioterapia.
Na semana passada, ela tava muito fraca , com muita tontura e com uma infecção. Nem chegou a tomar quimioterapia na 2º feira por causa desses sintomas. Os médicos pediram para ela fazer uma tomografia para saber o motivo disso. Hoje ( 28/09), à tarde, ela  fez a tomagrafia e saiu o resultado dizendo que ela está com um tumor na cabeça.
Conclusão: Só conseguiram tirar o câncer do intestino. Agora está no fígado, pulmão e cabeça.
 
Aparentemente quem a vê não percebe que ela está com todo esse problema. Não sabemos ainda se ela vai fazer outra cirurgia ou o que será feito daqui por diante. Sabemos que Deus é o médico dos médicos e estamos confiantes Nele .Esperamos que a vontade Dele seja feita na vida dela. Pedimos que inclua o nome da Lídia nas suas orações, porque muita oração, muito poder. Desde já, agradecemos pelas orações.
 
Naiara Rocha e família.

Notícias boas!

24/09/2010

Muitos já devem saber da gostosa notícia a respeito de nossa querida Kayla. Ela foi desentubada esta semana, já saiu da UTI, e está bem, linda como sempre, se recuperando dentro do previsto pelos médicos. A família está agradecida pelo carinho e pelas orações que foram realizadas por eles. Vamos continuar orando por sua recuperação, e também agradecer a Deus por este milagre…. Logo ela estará entre nós novamente, com aquele sorriso contagiante e puro que ela tem….

Ester Leal

A ilusão de Avatar ou a realidade do Céu?

22/09/2010

A fé cristã é Cristo. Se retirarmos Cristo do evangelho, nada restará. Ele é o evangelho personificado que deve ser posto em nosso coração e mente. Ser cristão consiste essencialmente em colocar a confiança na pessoa de Cristo, recebê-Lo como Salvador e Senhor, permitindo que Ele viva a Sua vida através de nós. Cristo faz a diferença. Qualquer experiência religiosa isolada do relacionamento com Ele carecerá de sentido e nos mergulhará num poço de frustração e desapontamento. É a partir do relacionamento com Ele que os requerimentos religiosos serão recebidos e vividos de maneira positiva, eficaz e sadia. É esse o caminho que o pastor e jornalista Elizeu Lira aponta neste livro, fundamentado em anos de experiência pessoal e pesquisas robustecidas por testemunhos atuais e plenamente acreditáveis. Partindo da inteligente análise do filme Avatar e suas fantasiosas promessas de um futuro melhor, ele transita pelos caminhos do ceticismo materialista, do tradicionalismo legalista, removendo todas as barreiras que dificultam o acesso a Deus, e decreta: “Só há duas alternativas: ou nos lançamos, hoje, sobre a Rocha ou, naquele dia, clamaremos às rochas que se lancem sobre nós (Apocalipse 6:16-17). Ou caímos sobre a Pedra (que é Cristo), reduzindo a pedaços o orgulho intelectual, religioso, nosso apego às tradições humanas e à glória deste mundo ou, muito em breve, teremos que clamar às pedras para que caiam sobre nós – reduzindo-nos a pó.” A leitura deste livro pode mudar sua vida. Você vai gostar. (Zinaldo A. Santos, pastor e jornalista, editor da revista Ministério)

Contatos e encomendas: (34) 8831-9000; vendas@pergamoedicoes.com.br; comercial@pergamoedicoes.com.br

Fonte: blog Criacionismo

Resultados

19/09/2010

Olá,

E então, participou do último desafio? Como foi? Por favor, é muito importante saber resultados. Gostaria que deixasse um comentário contando como foi pra você essa experiência.

Se não teve oportunidade ainda de participar, faça isso nessa semana que se inicia. Mas, não deixe pra depois essa emoção de orar por alguém e ver em seus olhos a gratidão de saber que tem mais alguém que se importa.

Faça sua parte e interceda!

 Deus seja louvado!