Posts Tagged ‘Louvor’

Agenda – imperdível!

01/10/2010

Olá,

Você que mora em Brasília e quer participar de um programa super animado. Venha à Igreja Adventista do 7º Dia na 611 sul no sábado, 02.10. Teremos o cantor Daniel Salles às 17h30 louvando a Deus em grande estilo.

Essa você não pode perder. Chame seus amigos.

Anúncios

Por que gostamos de música ?

17/08/2010

Na revista Veja de 10 de janeiro de 2010, há um artigo interessante que tenta responder à pergunta: Por que fazemos e gostamos de música? O livro que o artigo toma como base é This Is Your Brain on Music [Esse é seu cérebro na música], lançado no ano anterior nos Estados Unidos. Seu autor, o neurocientista americano Daniel Levitin, da Universidade McGill, em Montreal, Canadá, comandou uma equipe que realizou exames de ressonância magnética no cérebro de 13 pessoas enquanto elas ouviam música. “O resultado do trabalho é a mais detalhada descrição já obtida pela ciência da – para usar as palavras de Levitin – ‘refinada orquestração entre várias regiões do cérebro’ envolvidas na ‘coreografia musical’”, diz Rosana Zakabi, autora da matéria.

Segundo Veja, a equipe de Levitin desvendou processos neurológicos que até então tinham escapado aos pesquisadores. Um dos mais surpreendentes é que a percepção musical não é resultado do trabalho de uma área específica do cérebro, como ocorre com muitas atividades, mas da colaboração simultânea de grande quantidade de sistemas neurológicos.

“Uma conclusão da pesquisa é que muito do que se imagina ser o som do mundo exterior ocorre na verdade dentro do cérebro. As moléculas de ar que fazem vibrar nossos tímpanos não têm em si as variações entre sons graves e agudos. Elas oscilam numa determinada frequência que o cérebro mede; a partir disso, ele constrói uma representação interna com variações de tonalidade sonora. É similar ao que acontece com as ondas de luz, que são desprovidas de cor. É o cérebro e o olho que constroem as cores medindo a frequência das ondas. Levitin nota que o cérebro não apenas produz uma representação interna do som, mas também lhe dá significado.”

O cientista descobriu que, quando ouvimos música, o ouvido envia o som não apenas para regiões especializadas do cérebro, mas também para o cerebelo, que se “sincroniza” com o ritmo, tornando possível acompanhar a melodia. Interessante é que o cerebelo parece ter prazer no processo de sincronização.

Essa descrição técnica não lhe soa como design inteligente?

Que vantagem evolutiva a apreciação estética trouxe ao ser humano? Por que gostamos de música e fazemos música? A resposta seria talvez: Porque fomos criados para gostar dela. Creio que sim.

Fonte: Michelson Borges

Dica de música:Volta pra casa

16/08/2010

Cantor: Ronaldo Fagundes

Música: Volta pra casa

Cante junto e venha para os braços do Pai.

Ele só está esperando por você.

 Não resista ao afago do Mestre.

Louvando ao Senhor

07/04/2010

” Alegre-se em Deus. Cristo é luz, e nEle não há treva nenhuma. Olhe em direção à luz. Acostume-se a falar do louvor de Deus. Torne os outros felizes. Essa é sua primeira responsabilidade. Isso haverá de fortalecer os melhores traços de caráter. Abra, escancare as janelas do coração em direção ao Céu, e permita que entrem os raios do sol da justiça de Cristo. Pela manhã, ao meio-dia e à noite, seu coração pode estar cheio dos raios brilhantes da luz do Céu” (Ellen G. White, Advent Review and Sabbath Herald, 7 de abril de 1904).

Fonte: Lição da Escola Sabatina, quarta, 31 de março de 2010.

Nesse culto (não) se improvisa

01/04/2010

 – Um número?

– 12.

– 70.

– 230.

– 333.

– 425.

Não, não é um leilão para ver quem dá mais por um objeto valioso. É só um regente democrático que concede à congregação a decisão de escolher uma música do hinário para ser cantada.

Ele olha para trás como se olhasse para as coxias de um teatro por onde entrarão os membros da igreja acompanhando o pregador do culto. Alguém acena de lá e o regente entende que deve enrolar, digo, cantar mais uma música com a igreja enquanto seu pastor não vem. O regente aproveita para sem a menor cerimônia avisar que “enquanto a plataforma não entra, cantemos mais um hino em honra em louvor ao nosso Deus”. Isso é o que ele fala, mas o que a congregação entende é: “Estão nos enrolando com essa música tapa-buraco para atrasos eclesiásticos”. Subitamente, ele é avisado de que a “plataforma” vai entrar, ele corta o hino pela metade e já puxa o famoso intróito.

Que bonito, que beleza que é o senso de improviso do adorador brasileiro! Se a Reforma tivesse começado com esse tipo de improviso na liturgia, eu não daria quarenta dias para o povo voltar para a ordem da missa.

O improviso no culto já começa pela roupa dos músicos. Por que o instrumentista acha que é só o regente que tem que estar com o vestuário adequado? E não estou falando de terno e gravata. Os pianistas, talvez acostumados ao figurino formal dos concertos, dificilmente erram. Mas o guitarrista e, quando há um, o baterista acham o máximo seguir o manual Joselito de reverência que diz que, se há uma solenidade, vá com uma roupa que grite que você é jovem e não está nem aí para as formalidades.

Todos prontos, cada um no seu lugar, é hora de cantar e tocar. Há uma introdução instrumental e… o regente improvisa as falas, o pianista baixa a cabeça e faz o que bem entende com o andamento, o guitarrista toca acordes diferentes do pianista e o saxofonista faz improvisos durante as três estrofes.

Dificilmente há ensaio e costuma-se jogar a responsabilidade para o Espírito Santo, que além de Consolador terá que soprar a letra no ouvido dos cantores e lembrar as notas para os músicos.

Nem sempre se poderá ensaiar com todo mundo, mas um breve ensaio de acertos meia hora antes do culto já previne muitos problemas.

É isso que acontece nos momentos de louvor de sua igreja? Quer fazer diferente?

Escolha as músicas antecipadamente. Providencie uma ligação temática entre as músicas. Compartilhe sugestões com seus colegas músicos e cantores da igreja. Perceba o que é adequado cantar e falar para a sua igreja. E nunca desconsidere a comunhão e o preparo.

Fonte: Joêzer Mendonça

Louvor pela benignidade divina

07/07/2009

observando” Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em ti a minha alma se refugia; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades.

Clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa.

Ele dos céus me envia o seu auxílio e me livra; cobre de vergonha os que me ferem. Envia a sua misericórdia e a sua fidelidade.

Acha-se a minha alma entre os leões, ávidos de devorar os filhos dos homens; lanças e flechas são os seus dentes, espada afiada, a sua língua.

Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; e em toda a terra esplenda a tua glória.

Armaram rede aos meus passos, a minha alma está abatida; abriram cova diante de mim, mas eles mesmos caíram nela.

Firme está o meu coração, ó Deus, o meu coração está firme; cantarei e entoarei louvores.

Desperta, ó minha alma! Despertai, lira e harpa! Quero acordar a alva.

Render-te-ei graças entre os povos; cantar-te-tei louvores entre as nações.

Pois a tua misericórdia se eleva até os céus, e a tua fidelidade, até às nuvens.

Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; e em toda a terra esplenda a tua glória.”

Salmos 57

Pode ser diferente?

08/05/2009

meninoorando

A gente se acostuma a fazer algumas coisas de uma determinada maneira que acaba pensando que só existe um jeito de se realizar aquilo. Criamos rotinas e hábitos que, muitas vezes, nos impedem explorar tudo aquilo que poderíamos viver.

Religião é uma dessas coisas.

Prá muita gente, religião é algo que se vive dentro de uma igreja. O encontro com Deus é naquele lugar que chamamos de igreja. E está certo. Mas, incompleto.

Você pode encontrar a Deus em todos os lugares, na igreja, no trabalho, em casa… Reduzimos a nossa experiência com Ele quando limitamos os nossos encontros somente a igreja ou quando achamos que não precisamos ir a igreja para encontrar com Ele. Eu, me encontrar com Deus dentro da igreja? Eu preciso de Deus quando não estou na igreja.

Religião é permitir que Deus viva perto da gente em todos os lugares onde vamos, em todos os momentos…

Por isso quero convidar você para uma experiência diferente da usual. Num horário diferente do usual, num local diferente…

Um encontro com Deus. Um momento de intimidade e comunhão com o Senhor…

Amanhã, sábado, 9/5, às 21 horas.

Na SHIS QI 5 Chácara 9, Lago Sul.

Experimente Deus de uma maneira diferente. Isso pode fazer a diferença na sua vida.

Prá louvar o Teu nome

08/05/2009

adoracao

A idéia é a seguinte.

Prá quem gosta de louvar o nome do Senhor, um encontro.

Músicas que conduzem o coração na direção de Deus.

Um momento simples, leve, suave.

O começo de uma nova semana, nas mãos de Deus.

Venha. Participe.

Sábado, 9 de maio, às 21h

Endereço: SHIS QI 05 Chácara 09 – Lago Sul