Posts Tagged ‘Davi’

Ninguém é uma ilha

01/11/2010

“Muitos dos que estão em postos de comando, que ocupam cargos de responsabilidade, têm pouca consciência ou nobreza de caráter. Eles podem exercer sua autoridade, até mesmo para a destruição dos que lhe estão sob as ordens. Isso é ignorado. Estes comandantes podem abusar do poder a eles dado, e fazer com que seus subrodinados ocupem posições perigosas, onde estariam expostos a encontros fatais com os rebeldes sem a menor esperança de vencê-los. Assim podem desfazer-se de homens corajosos e conscienciosos, a exemplo do que Davi fez com Urias (2Sm 11:14,15; Testemunhos Para a Igreja, v.1,p.255).

Trabalho judicioso é indispensável tanto para a felicidade como para a prosperidade de nossa raça. Ele torna forte o que é fraco, corajoso o que é tímido, rico o que é pobre, e feliz o que é infeliz. Nossos diversos encargos são proporcionais a nossas várias habilidades e Deus espera resultados correspondentes aos talentos que Ele deu a Seus servos. Não é a grandeza dos talentos que determina a recompensa, mas a maneira pelas qual são usados –  o grau de fidelidade com que são realizados os deveres da vida, quer sejam grandes ou pequenos.

A ociosidade é uma das maiores maldições que podem incidir sobre o homem pois o vício e o crime seguem em sua esteira. Satanás está à espreita, pronto a apanhar de improviso e destruir os incautos cuja ociosidade lhe dá a oportunidade de captar a amizade deles, sob algum disfarce atraente. Ele nunca é mais bem-sucedido do que quando se acerca dos homens sem suas horas vagas (Este Dia com Deus [MM 1980],p.131).

Levem um livro para ler enquanto viajam… Empreguem todo momento vago em fazer alguma coisa. Assim, uma porta eficaz se fechará a milhares de tentações. Tivessem o rei Davi se empenhado em algum trabalho útil não terias sido culpado de assassinar Urias. Satanás está sempre pronto para ocupar aquele que não se ocupa (Grifo nosso(Testemunhas Para a Igreja, v.4, p.412).

Fonte: Comentários de Ellen G. White sobre a Lição da Escola Sabatina dos Adultos, Figuras dos bastidores, p.39 e 40.

Anúncios

Escravos do pecado?

08/10/2010

“Porquê, quando vocês eram escravos do pecado…” Romanos 6.20

 Existe um perigo ao falar sobre pecado. agora mesmo estava pensando em uma ilustração de alguém que estava em pecado, ou que parecia ser uma boa pessoa mas estava em pecado, mas esse é o problema, irei julgar, e não tem como falar dos outros. E esta é a questão quando falamos de pecado, é pessoal. Sabemos que o pecado têm proporções cósmicas já que o céu está envolvido em nossa salvação, mas mesmo assim, no dia a dia, não vemos serpentes que falam, e não vemos a Deus, portanto tudo se torna confuso.

Falar de pecado é complicado porquê falar de pecado é falar de coisas que ninguém quer falar. Por isso que agente circula o tema discutindo sobre quando começou e que o salário é a morte e tudo mais. Mas o nosso pecado, continua ali, quieto, nosso. Como disse Davi em um de seus salmos – “meu pecado está sempre diante de mim” salmo 51.3. O que posso dizer de mim é que sei que o pecado é uma prisão. Somos escravos do pecado até o ponto de entendermos que não podemos fazer nada sobre isso. Então permitimos que Cristo tome controle. Mas como isso funciona você diz? Bom, basicamente, pedindo primeiramente. O probema do pecado é que não têm solução, é a quebra de um relacionamento antes de ser a quebra de um mandamento. Relacionamento envolve pessoas, portanto não têm solução. A não ser que a pessoa traída resolva o problema. E sim, Cristo resolveu o problema e você acredita nisso mas continua preso ao seu pecado, voltando para o mesmo “beco”. E as vezes você como eu chega a acreditar que é impossível sair, parar com aquilo que te dá prazer, porquê se não tivésse prazer pra nós talvez não fariamos de novo. Pecado é egoísta.

O mesmo Davi que falou que seu pecado estava sempre diante dele é o mesmo que conhece a solução: 
“com todo meu coração Te busquei, não me deixe desviar dos Teus mandamentos; 
Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti.” salmo 119.10-11 
Davi buscou com o coração os mandamentos, a vontade de Deus. no mesmo coração guardou as palavras de Deus para que ele não pecasse mais. a solução está completamente embutida na palavra de Deus.

Pessoalmente eu sei que quanto mais eu deixei de passar momentos a sós com Deus, meditando na Bíblia para conhecer a vontade DELE, foram exatamente nestes períodos que vacilei. Deus quer manter um relacionamento real com você mas isto somente é possível através da Bíblia e hoje vivemos em uma geração que têm coisas mais interssantes para ler e pouco tempo, portanto o que disse acima é redundante e normal. mas siceramente não existe nenhum outro método de saber a vontade deste Deus que quer nos libertar de nosso pecado e nos santifica a cada dia para sermos completamente salvos por Ele a não ser em Sua palavra – a Bíblia. Um grande amigo já dizia, Deus não pode glorificar a quem Ele não pode santificar. Existe saída da prisão, mas esta saída é por uma porta estreita chamada Cristo seguida de um caminho estreito de obediência e submissão a vontade de Deus. Então chegará uma vontade Divina de não querer mais ser como o mundo, como um jogador de futebol ou como um roqueiro, com uma atriz de televisão ou uma modelo mas de ser mais e mais como Cristo. Isto irá mudar tudo. Nada fica igual. Quando um ser humano busca isso,Cristo não deixa nada igual. 

Santidade, pureza, arrependimento, conversão são dons de Deus para aqueles que os buscam. Se nós pedissemos todas as manhãs estas coisas eu tenho medo de qual seria o resultado. A multidão de jovens munidos do espírito de Deus que seriam luz e sal neste mundo. Reconhecendo que não são nada e dependendo de Deus para todas as coisas. Mas enquanto isso discutimos música, jóias, o que pode e não pode, e comparamos a Bíblia a nossa opinião e vasta experiência. Cristo irá buscar aqueles que mantiveram um relacionamento com Ele nesta terra, isto somente é possível através dehumildade diante da Bíblia e quando digo Bíblia não digo 5 minutos de Salmos e Provérbios. É abrir a Bíblia como se o próprio Deus estivésse a falar conosco. Quando isto é entendido, nunca fica nos 5 minutos, nunca. É mais fácil pensar na possibilidade de sair da prisão quando temos a chave da porta conosco. 

“Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti.” Salmo 119.11

 Por Tiago Arrais

Tiago é pastor da igreja adventista do 7o dia. Está cursando mestrado em antigo testamento na Andrews University – EUA

Você pode entrar em contato com Tiago através do email: tarrais@hotmail.com

Contrastes

28/09/2010

Eu me deito e durmo; acordo, pois o Senhor me sustenta. Sal. 3:5

Davi teve uma vida de contrastes. Ele era o filho mais novo, mas foi o escolhido para ser rei., também possuía a sensibilidade de um poeta, mas era destemido guerreiro e respeitado general. Para Deus, era um homem segundo o seu coração (Atos 13:22), embora tenha desagradado ao Senhor (Salmos 11:27) .

O Salmos 3 foi escrito em um dentre esses momentos contraditórios de Davi: o grande rei fugia de uma rebelião liderada por seu filho. As consequências de seu pecado o havia levado a esse momento. Ali, ele cumpria a maldição proferida pela sua própria boca. ( II Samuel 12:6). Davi agora “era fraco e irresoluto, quando antes de seu pecado era corajoso e decidido” (PP, 729). O pecado nos fragiliza. Ele tira nossa vitalidade, confunde os nossos princípios  e dificulta as nossas decisões.

Entretanto, no meio da fuga e de grande humilhação, o salmista diz: “Eu me deito e durmo;acordo, pois o Senhor me sustenta.” Aqui, outro contraste. A melancolia noturna tratada nos versos anteriores, não mais existe, mas sim uma fé e confiança triunfante para a manhã vindoura. Para o poeta, a mudança na poesia representou nova atitude. Não é para menos que ao fim da história Davi retorna vencedor a Jerusalém.

 Assim como Davi, a escuridão do pecado também nos paralisa. Mas, Deus promete que a sua benignidade jamais acaba e suas misericórdias não tem fim, pois “renovam-se cada manhã” (Lamentações 3:22 e 23). 

Rebeca Souza

Salmos 27

13/08/2010

[Salmo de Davi] O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?

Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, se chegaram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram.

Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nisto confiaria.

Uma coisa pedi ao SENHOR, e a buscarei: que possa morar na casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do SENHOR, e inquirir no seu templo.

Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; por-me-ás sobre uma rocha.

Também agora a minha cabeça será exaltada sobre os meus inimigos que estão em redor de mim; por isso oferecerei sacrifício de júbilo no seu tabernáculo; cantarei, sim, cantarei louvores ao SENHOR.

Ouve, SENHOR, a minha voz quando clamo; tem também piedade de mim, e responde-me.

Quando tu disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti: O teu rosto, SENHOR, buscarei.

Não escondas de mim a tua face, não rejeites ao teu servo com ira; tu foste a minha ajuda, não me deixes nem me desampares, ó Deus da minha salvação.

Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o SENHOR me recolherá.

Ensina-me, SENHOR, o teu caminho, e guia-me pela vereda direita, por causa dos meus inimigos.

Não me entregues à vontade dos meus adversários; pois se levantaram falsas testemunhas contra mim, e os que respiram crueldade.

Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do SENHOR na terra dos viventes.

Espera no SENHOR, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no SENHOR.

Louvor pela benignidade divina

07/07/2009

observando” Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em ti a minha alma se refugia; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades.

Clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa.

Ele dos céus me envia o seu auxílio e me livra; cobre de vergonha os que me ferem. Envia a sua misericórdia e a sua fidelidade.

Acha-se a minha alma entre os leões, ávidos de devorar os filhos dos homens; lanças e flechas são os seus dentes, espada afiada, a sua língua.

Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; e em toda a terra esplenda a tua glória.

Armaram rede aos meus passos, a minha alma está abatida; abriram cova diante de mim, mas eles mesmos caíram nela.

Firme está o meu coração, ó Deus, o meu coração está firme; cantarei e entoarei louvores.

Desperta, ó minha alma! Despertai, lira e harpa! Quero acordar a alva.

Render-te-ei graças entre os povos; cantar-te-tei louvores entre as nações.

Pois a tua misericórdia se eleva até os céus, e a tua fidelidade, até às nuvens.

Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; e em toda a terra esplenda a tua glória.”

Salmos 57

Dica de leitura

02/04/2009

Davi – Um homem segundo o coração de Deus

Davi - Um homem segundo o coração de Deus

Davi - Um homem segundo o coração de Deus

Davi viveu uma vida extraordinária de fé, contada em detalhes nesta obra. Além de detalhes históricos, o livro aborda as características da personalidade de Davi. Fala sobre o seu relacionamento com Deus, apresentando sempre uma aplicação prática, o que ajuda o leitor a entender o personagem bíblico. Além disso, no livro você descobre que Davi é o segundo maior personagem da Bíblia – só perde para Jesus – em número de páginas escritas sobre ele. Conheça Davi, um homem segundo o coração de Deus.