Um pedido especial…

21/10/2010

Quero pedir que orem pela minha irmã Valéria. O estado de depressão dela é grave. Mas confio muito em Deus e seu infinito amor. Creio na força que tem a oração intercessória.

Por isso peço a vocês que usem um pouquinho do seu tempo, sempre que lembrarem da Valéria e orem por ela. E que Deus dê o dobro das bençãos a vocês.
Obrigada de todo coração e fiquem todos com Deus, sempre!
 
Deni.

Alerta!

19/10/2010

“Se os homens a quem Deus confiou talentos intelectuais se recusarem a usar esses dons para Sua glória, depois de provas e aflições Ele os deixará entregues a suas próprias imaginações e tomará homens que não pareçam ser tão ricamente dotados, que não têm grande confiança própria, e fortalecerá os fracos porque confiam que Deus fará por eles o que não podem fazer por si mesmos. Deus aceitará o serviço sincero, e Ele mesmo suprirá as deficiências (Maranata, o Senhor Vem [MM 1977], p.113).”

Fonte: Comentários de Ellen G. White sobre a Lição da Escola Sabatina dos Adultos, Figura dos bastidores, p.13.

Deus é amor

14/10/2010

Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. 1 João 4:7, 8

Todo cristão sabe que Deus é amor. E se há um verso bíblico que todos sabem de cor, este é João 3:16: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira…”

É importante anunciar ao mundo que Deus existe, é o Criador de tudo, é onipotente, onipresente, onisciente, e é uma Trindade, constituída por Pai, Filho e Espírito Santo. Mas o fato de Deus ser amor supera em importância todos os Seus demais atributos, pois aqui está o coração do evangelho.

“Esta realidade distingue o Deus bíblico de todos os outros deuses”, diz o Dr. Fritz Guy. “Para nós é natural dizer que Deus é amor. Mas os antigos cananeus não diziam que Baal é amor. Os gregos não diziam que Zeus é amor. E os muçulmanos não dizem que Alá é amor. Somente o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, o Deus revelado em Jesus, o Messias, é que é amor.”

João diz que Deus é espírito (Jo 4:24), e esta declaração descreve a natureza divina como estando acima das limitações de tempo e espaço, mas nada diz sobre a possibilidade de mantermos um relacionamento saudável e feliz com esse Ser. João também diz que Deus é luz (1Jo 1:5), o que define o Seu estado de pureza e onipresença, mas isto pode trazer medo em vez de conforto. Mas quando ele diz que Deus é amor, o nosso medo é substituído pela confiança, dando-nos a certeza de que podemos lançar sobre Ele toda a nossa ansiedade, “porque Ele tem cuidado de [nós]” (1Pe 5:7).

A afirmação de que Deus é amor é de infinito valor para entendermos o plano da salvação, pois quando surgiu o pecado, somente um amor infinito poderia conceber um plano envolvendo a morte do Filho de Deus para salvar o homem. Em troca de um tão grande amor, Deus nos pede que O amemos sobre todas as coisas, e ao próximo como a nós mesmos.

Os adventistas são conhecidos como um povo que guarda o sábado, que não come carnes imundas, mantém escolas para os filhos, prestam assistência social, têm hospitais e uma porção de outras instituições e programas. Será que, um dia, poderíamos nos tornar conhecidos como uma comunidade em que o amor fraterno é um estilo de vida?

Fonte: Meditação Matinal, 14 de outubro de 2010.

Jacó e o anjo

11/10/2010

“O tempo de graça é o período concedido a todos para o preparo para o dia de Deus. Se alguém negligenciar a preparação e não levar a sério as fiéis advertências dadas, ficará sem escusas. A luta fervorosa, perseverante, de Jacó com o anjo deve ser um exemplo para os cristãos: Jacó prevaleceu porque foi perseverante e determinado.

Todos os que desejarem a bênção de Deus, como Jacó, e se apegarem às promessas, como ele fez, e forem tão fervorosos e perseverantes como ele foi, terão o mesmo êxito que ele teve. Há tão pouco exercício da verdadeira fé e tão pouco peso de verdade em muitos professos crentes porque eles são indolentes nas coisas espirituais. Não estão dispostos a se esforçar, negar a si mesmos, angustiar-se diante de Deus, orar longa e fervorosamente pelas bênçãos, por conseguinte não as obtêm. Essa fé pela qual viverão através do tempo de tribulação deve ser diariamente exercitada agora. Aqueles que não fizerem vigoroso esforço agora para exercer perseverante fé, estarão inteiramente despreparados para exercer a fé que os capacitará a estar em pé no dia da provação.

Fonte: Ellen G. White, História da Redenção, página 99.

Escravos do pecado?

08/10/2010

“Porquê, quando vocês eram escravos do pecado…” Romanos 6.20

 Existe um perigo ao falar sobre pecado. agora mesmo estava pensando em uma ilustração de alguém que estava em pecado, ou que parecia ser uma boa pessoa mas estava em pecado, mas esse é o problema, irei julgar, e não tem como falar dos outros. E esta é a questão quando falamos de pecado, é pessoal. Sabemos que o pecado têm proporções cósmicas já que o céu está envolvido em nossa salvação, mas mesmo assim, no dia a dia, não vemos serpentes que falam, e não vemos a Deus, portanto tudo se torna confuso.

Falar de pecado é complicado porquê falar de pecado é falar de coisas que ninguém quer falar. Por isso que agente circula o tema discutindo sobre quando começou e que o salário é a morte e tudo mais. Mas o nosso pecado, continua ali, quieto, nosso. Como disse Davi em um de seus salmos – “meu pecado está sempre diante de mim” salmo 51.3. O que posso dizer de mim é que sei que o pecado é uma prisão. Somos escravos do pecado até o ponto de entendermos que não podemos fazer nada sobre isso. Então permitimos que Cristo tome controle. Mas como isso funciona você diz? Bom, basicamente, pedindo primeiramente. O probema do pecado é que não têm solução, é a quebra de um relacionamento antes de ser a quebra de um mandamento. Relacionamento envolve pessoas, portanto não têm solução. A não ser que a pessoa traída resolva o problema. E sim, Cristo resolveu o problema e você acredita nisso mas continua preso ao seu pecado, voltando para o mesmo “beco”. E as vezes você como eu chega a acreditar que é impossível sair, parar com aquilo que te dá prazer, porquê se não tivésse prazer pra nós talvez não fariamos de novo. Pecado é egoísta.

O mesmo Davi que falou que seu pecado estava sempre diante dele é o mesmo que conhece a solução: 
“com todo meu coração Te busquei, não me deixe desviar dos Teus mandamentos; 
Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti.” salmo 119.10-11 
Davi buscou com o coração os mandamentos, a vontade de Deus. no mesmo coração guardou as palavras de Deus para que ele não pecasse mais. a solução está completamente embutida na palavra de Deus.

Pessoalmente eu sei que quanto mais eu deixei de passar momentos a sós com Deus, meditando na Bíblia para conhecer a vontade DELE, foram exatamente nestes períodos que vacilei. Deus quer manter um relacionamento real com você mas isto somente é possível através da Bíblia e hoje vivemos em uma geração que têm coisas mais interssantes para ler e pouco tempo, portanto o que disse acima é redundante e normal. mas siceramente não existe nenhum outro método de saber a vontade deste Deus que quer nos libertar de nosso pecado e nos santifica a cada dia para sermos completamente salvos por Ele a não ser em Sua palavra – a Bíblia. Um grande amigo já dizia, Deus não pode glorificar a quem Ele não pode santificar. Existe saída da prisão, mas esta saída é por uma porta estreita chamada Cristo seguida de um caminho estreito de obediência e submissão a vontade de Deus. Então chegará uma vontade Divina de não querer mais ser como o mundo, como um jogador de futebol ou como um roqueiro, com uma atriz de televisão ou uma modelo mas de ser mais e mais como Cristo. Isto irá mudar tudo. Nada fica igual. Quando um ser humano busca isso,Cristo não deixa nada igual. 

Santidade, pureza, arrependimento, conversão são dons de Deus para aqueles que os buscam. Se nós pedissemos todas as manhãs estas coisas eu tenho medo de qual seria o resultado. A multidão de jovens munidos do espírito de Deus que seriam luz e sal neste mundo. Reconhecendo que não são nada e dependendo de Deus para todas as coisas. Mas enquanto isso discutimos música, jóias, o que pode e não pode, e comparamos a Bíblia a nossa opinião e vasta experiência. Cristo irá buscar aqueles que mantiveram um relacionamento com Ele nesta terra, isto somente é possível através dehumildade diante da Bíblia e quando digo Bíblia não digo 5 minutos de Salmos e Provérbios. É abrir a Bíblia como se o próprio Deus estivésse a falar conosco. Quando isto é entendido, nunca fica nos 5 minutos, nunca. É mais fácil pensar na possibilidade de sair da prisão quando temos a chave da porta conosco. 

“Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti.” Salmo 119.11

 Por Tiago Arrais

Tiago é pastor da igreja adventista do 7o dia. Está cursando mestrado em antigo testamento na Andrews University – EUA

Você pode entrar em contato com Tiago através do email: tarrais@hotmail.com

Como Estrelas na Terra

05/10/2010

Contam-se nos dedos os bons filmes produzidos por Hollywood. Infelizmente, o mesmo pode ser dito de Bollywood, a indústria de cinema indiana. Por isso, é uma grata surpresa se deparar com pérolas raras como o filme “Como Estrelas na Terra – Toda criança é especial” (“Taare Zameen Par – Every child is special”, no original, lançado nas salas indianas no fim de 2007). O filme rapidamente conquistou uma legião de admiradores na Índia e no mundo, recebendo os prêmios de melhor filme e melhor ator pela crítica, além do prêmio de melhor direção, para Aamir Khan, e de melhor letra de música pelo Filmfare Awards. “Como Estrelas na Terra” revela extrema sensibilidade e consegue captar a magia do universo infantil, mostrando que crianças são crianças em qualquer lugar do mundo. A história é centrada em Ishaan Awasthi, de 8 ou 9 anos de idade, que sofre com dislexia, dificuldade de aprendizado e, pior, incompreensão. O filme contrasta o mundo massificante orientado para o capitalismo com a valorização do indivíduo, com suas diferenças, virtudes e defeitos. Incapazes de lidar com o “filho problema”, os pais de Ishaan resolvem matriculá-lo num colégio interno. Ali o garoto se fecha ainda mais em seu mundo depressivo. Com saudades da família e oprimido por professores insensíveis, o menino começa a “morrer” aos poucos. Mas tudo muda quando um professor de arte substituto chega ao colégio e percebe que há algo de errado com Ishaan. Tem início, então, a aventura de “ressuscitar” o garoto que, na verdade, se revela um gênio da pintura. É um filme emocionante, bem feito e que vale a pena ser visto por toda a família.

Fonte: Michelson Borges

Agenda – imperdível!

01/10/2010

Olá,

Você que mora em Brasília e quer participar de um programa super animado. Venha à Igreja Adventista do 7º Dia na 611 sul no sábado, 02.10. Teremos o cantor Daniel Salles às 17h30 louvando a Deus em grande estilo.

Essa você não pode perder. Chame seus amigos.

Notícias fresquinhas…

01/10/2010

Nessa semana, a Kayla voltou para casa e seu progresso tem sido rápido. Vamos continuar orando pela sua recuperação, mas também agradecer a Deus por mais esta vitória!

Ester Leal

Pessoal,  não nos esqueçamos de orar em favor da Lídia, ela precisa muito de nossas orações.

Um pedido especial

28/09/2010

Eu tenho um pedido de oração e queria muito que vocês orassem pela Lídia ( mãe do Narcizo e da Naiara Rocha do CJB).
No final de 2008 descobrimos que ela estava com câncer (maligno) no intestino. Foi feita a cirurgia nesse mesmo ano. Os médicos tiraram o câncer do intestino.
Quando fez a cirurgia do intestino, os médicos perceberam que tinha  um  tumor  no fígado. Como não podia fazer as 2 cirurgias no mesmo momento, fez a cirurgia no intestino , começou a tomar quimioterapia no início de 2009 e depois de 11 meses fez a cirurgia no fígado.
Depois de um mês da cirurgia, fez alguns exames para continuar a tomar quimioterapia e percebeu que o câncer estava nos dois pulmões.Chegou a tomar uma quimioterapia especial e ficava 3 dias internada no hospital.
Em junho de 2010 perceberam que a quimioterapia não estava adiantando e o câncer voltou para o Fígado. Agora ela está tomando outro tipo de quimioterapia.
Na semana passada, ela tava muito fraca , com muita tontura e com uma infecção. Nem chegou a tomar quimioterapia na 2º feira por causa desses sintomas. Os médicos pediram para ela fazer uma tomografia para saber o motivo disso. Hoje ( 28/09), à tarde, ela  fez a tomagrafia e saiu o resultado dizendo que ela está com um tumor na cabeça.
Conclusão: Só conseguiram tirar o câncer do intestino. Agora está no fígado, pulmão e cabeça.
 
Aparentemente quem a vê não percebe que ela está com todo esse problema. Não sabemos ainda se ela vai fazer outra cirurgia ou o que será feito daqui por diante. Sabemos que Deus é o médico dos médicos e estamos confiantes Nele .Esperamos que a vontade Dele seja feita na vida dela. Pedimos que inclua o nome da Lídia nas suas orações, porque muita oração, muito poder. Desde já, agradecemos pelas orações.
 
Naiara Rocha e família.

Contrastes

28/09/2010

Eu me deito e durmo; acordo, pois o Senhor me sustenta. Sal. 3:5

Davi teve uma vida de contrastes. Ele era o filho mais novo, mas foi o escolhido para ser rei., também possuía a sensibilidade de um poeta, mas era destemido guerreiro e respeitado general. Para Deus, era um homem segundo o seu coração (Atos 13:22), embora tenha desagradado ao Senhor (Salmos 11:27) .

O Salmos 3 foi escrito em um dentre esses momentos contraditórios de Davi: o grande rei fugia de uma rebelião liderada por seu filho. As consequências de seu pecado o havia levado a esse momento. Ali, ele cumpria a maldição proferida pela sua própria boca. ( II Samuel 12:6). Davi agora “era fraco e irresoluto, quando antes de seu pecado era corajoso e decidido” (PP, 729). O pecado nos fragiliza. Ele tira nossa vitalidade, confunde os nossos princípios  e dificulta as nossas decisões.

Entretanto, no meio da fuga e de grande humilhação, o salmista diz: “Eu me deito e durmo;acordo, pois o Senhor me sustenta.” Aqui, outro contraste. A melancolia noturna tratada nos versos anteriores, não mais existe, mas sim uma fé e confiança triunfante para a manhã vindoura. Para o poeta, a mudança na poesia representou nova atitude. Não é para menos que ao fim da história Davi retorna vencedor a Jerusalém.

 Assim como Davi, a escuridão do pecado também nos paralisa. Mas, Deus promete que a sua benignidade jamais acaba e suas misericórdias não tem fim, pois “renovam-se cada manhã” (Lamentações 3:22 e 23). 

Rebeca Souza