Nutrição na Bíblia

“A fim de preservar a saúde, é necessária a temperança em todas as coisas – temperança no trabalho, no comer e no beber. Nosso Pai celestial enviou a luz da reforma de saúde… para que os que amam a pureza e a santidade possam saber como usar com discrição as coisas boas que Eles lhes proveu, e para que, ao exercerem a temperança na vida diária, possam ser santificados pela verdade.

Deve-se tomar grande cuidado quanto a formar hábitos corretos no comer e no beber. O alimento ingerido deve ser o que produza o melhor sangue. Deus exige de nós que, sendo temperantes em todas as coisas, façamos nossa parte no sentido de nos conservarmos com saúde. …A vida espiritual é grandemente afetada pela maneira em que o estômago é tratado. Comer e beber em conformidade com as leis de saúde, promove ações virtuosas (Minha Consagração Hoje, p.141).

Os que obedecem às leis de saúde darão tempo e consideração às necessidades do corpo e às leis da digestão: serão recompensados pela clareza do pensamento e força mental. De outro lado, é possível a alguém prejudicar sua experiência cristã pelo abuso do estômago. As coisas que perturbam a digestão têm uma influência entorpecente sobre os sentimentos mais delicados do coração. …todo hábito que prejudica a saúde, reage sobre o espírito. Bem empregado é o tempo que se destina a estabelecer e conservar perfeita saúde física e mental. Nervos firmes e calmos, bem como circulação sadia, ajudam os homens a seguir os retos princípios e ouvir os impulsos da consciência. (Refletindo a Cristo, p.143).

Fonte: Comentários de Ellen G. White sobre a Lição da Escola Sabatina dos Adultos, p.80.

Tags: , , , ,


%d blogueiros gostam disto: