Como desenvolver a paciência

“Meus irmãos, considerem motivo de grande o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.” (Tiago 1:2-4)

A palavra grega para provações, às vezes traduzida como tentações é perirazo, que tem o significado mais amplo de provar ou testar. O diabo nos tenta a fazer o mal. As provas e tentações que Deus permite  que intervenham em nossa vida têm a finalidade de desenvolver nosso caráter.

“As provações da vida são obreiras de Deus para remover de nosso caráter impurezas e arestas. O processo de cortar, desbastar, aparelhar, lustrar e polir é penoso; é difícil ser pressionado sob a ação da pedra de polimento. Mas, depois, a pedra é apresentada pronta para ocupar seu lugar no templo celestial. O Mestre não efetua trabalho assim cuidadoso e completo com material imprestável. Só as Suas pedras preciosas são polidas, como colunas de um palácio.” (Ellen G. White, O Maior Discurso de Cristo, p.10).

Mas isso não significa que toda provação vem da providência de Deus. Frequentemente, trazemos o sofrimento a nós mesmos pela desobediência; com frequência, também, as provas e sofrimentos não passam de resultados do que significa viver em um mundo caído, pecador, em que temos um inimigo que nos odeia (1 Pedro 5:8). Porém, significa que pela submissão completa de nós mesmos ao Senhor, apegando-nos a Ele em fé e obediência, não importa o que passemos, podemos sair melhores ou mais refinados, se permitirmos que Deus trabalhe em nós. Ninguém disse que será divertido. Frequentemente, a vida aqui não é divertida, mas recebemos a maravilhosa promessa: “Estou plenamente certo de que aquele que começou em vós há de completá-la até o dia de Cristo Jesus.” (Filipenses 1:6)

Fonte: Lição da Escola Sabatina dos Adultos, quinta, 28 de janeiro de 2010.

Tags: , , ,


%d blogueiros gostam disto: