Atreva-se a chegar!

old man runningAquele 31 de Dezembro parecia uma feira dominical dessas cidades pequenas de interior porém, o cenário se desenhava nas ruas principais de uma das maiores metrópoles do mundo.

 Gente, muita gente. Um grupo interminável de atletas partindo como se fosse o êxodo judio.

Milhares, vestidos de todas as cores, vermelho, azul, amarelo, violeta, enfim. No coração, um denominador comum: o desejo de alcançar o objetivo em primeiro lugar. Dava-se início a maratona de São Silvestre, no Brasil.

Entre os milhares de atletas profissionais e e amantes do esporte, havia um homem de sessenta e cinco anos. Cabelos embranquecido pelo tempo, rugas prominentes, e olhar de leão faminto. Parecia uma velha fera, observando as gazelas que jamais alcançaria.

Ricardo Fonseca, entrará para a história, não como o campeão de resistência na corrida de 15 kilometros pelas ruas do centro de São Paulo, mas como o campeão da insistência e perseverança.

Ele foi o último a completar a prova, quatro horas atrás do campeão. Mas completou. Arrastando os pés, extenuado, sem se preocupar com o seu tempo ou a posiçao em que fosse chegar. Sua única preocupação, disse ele após a corrida, era chegar, terminar a corrida. “Nunca deixei nada pela metade”, disse sorrindo, “aprendi desde pequeno que não existe pior derrota do que a corrida que não se acaba”.

Séculos atrás, Paulo tambem também disse, que o único que lhe interessava, mesmo arriscando sua vida, era “terminar a corrida”. Disse isso em Mileto, ao despedir-se, antes de partir a Jerusalém. Tinha enfrentado muitas dificuldades e  oposição até aquele momento e agora dizia “Vou a Jerusalém sem saber o que vai acontecer comigo por lá.” A vida de Paulo não estava livre dos desafíos e lutas, mesmo assim ele jamais fugiu do combate. Nunca abandonou a carreira.

Há muita gente fracassada porque começa um trabalho mas não o termina. Se desanima. Calcula que nao chegará primeiro e abandona a carreira. O seu caminho está encarpetado de desculpas maravilhosas. De tanto inventá-las, acaba acreditando que são verdades. Campeões da explicação. Nunca chegam. Nem em último lugar. Simplesmente não chegam.

Faça de sua vida, com a ajuda de Jesus, uma vida de chegada. Termine o que você começou. Nao abandone a corrida. Vai até o fim! Diga como Paulo: “mas em nada tenho a minha vida como preciosa para mim, contando que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus.”

Deus tem um sonho para você! Permita que Ele faça do sonho uma realidade!

[Postado por Pr. Alejandro Bullón]

Tags: , , ,


%d blogueiros gostam disto: