Beleza, fama, dinheiro

belezaNestes últimos dias, mais um crime chocante é amplamente divulgado na Mídia: uma bonita jovem é encontrada morta dentro de uma mala (!), com os dedos decepados. A identificação do corpo só foi possível através de sua prótese de silicone (que ironia macabra!). Seu marido, um milionário bonito e famoso é o principal suspeito. Porém, dias depois ele também é encontrado morto, enforcado, em um quarto de hotel de beira de estrada no Canadá. A princípio, a Polícia acredita em suicídio.


Estes e tantos e tantos outros relatos envolvendo ricos, bonitos e famosos, revelam o quanto os “tesouros” deste mundo são frágeis e facilmente destruídos.

Pessoas que passam a vida em busca de fama, dinheiro, poder, beleza artificial… têm descoberto, amargamente, que nada disso leva realmente à felicidade que todo ser humano busca.

É bom ter dinheiro? Claro que sim!
É bom ser bonito? Sem falsa demagogia, é sim!

Mas a vida já provou inúmeras vezes que estas coisas não podem ser o “alvo” supremo de nossa existência.

Quantos artistas famos e multimilionários não estão sempre às voltas com escândalos envolvendo sexo e drogas?!
Quantas modelos de destaque internacional não vivem depressivas, esqueléticas e doentes, pagando o preço por uma beleza que não é delas?!
Quantos “ídolos” da juventude sem-cabeça do século 21 não têm uma vida particular abarrotada de dramas pessoais, familiares, financeiros, etc.?!

Ao ouvir noticiários macabros como estes, nos vêm à mente as palavras do apóstolo João, as quais estamos tendo o prazer de estudar mais detidamente neste trimestre:

“Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente” (1Jo 2:15-17).

Dinheiro, fama, poder, “boniteza”… tudo isso passa. Aqueles que colocam seu coração nestes “tesouros” (cf. Mat. 6:21), acabam por descobrir quão inútil foram suas vidas.

Como cristãos Adventistas, devemos “ler” nestas notícias tão exploradas pela Mídia sensacionalista, os “passos do nosso Rei que Se aproxima”, como bem dizia Ellen White. As Escrituras já advertem há centenas de anos que os últimos dias seriam (são) tempos difíceis, com pessoas buscando os prazeres e alegrias desta vida pecaminosa, e virando as costas para a vida eterna de prosperidade, paz e verdadeira felicidade que o Senhor deseja para Seus queridos filhos.

Mais uma vez confirmo a certeza de que, ao ler um jornal, só encontro uma notícia:
MARANATA! O SENHOR LOGO VEM!

“Amém! Vem, Senhor Jesus!” (Apoc. 22:20).

Autor: Prof. Gilson Medeiros

Tags: , , , , ,


%d blogueiros gostam disto: