Não fomos feitos para esse lugar

peixePegue um peixe e coloque-o sobre a areia da praia. Observe como suas brânquias se convulsionam e suas escamas se secam. Está feliz?

Não!

Como se pode conseguir sua felicidade?
Cobrindo-o com uma montanha de dinheiro?

Conseguindo-lhe uma cadeira de praia e um par de óculos para sol?

Trazendo uma revista “Playfish” e um martini?

Vestindo-o de lapelas cruzadas e sapatos de pele de homem?
Obviamente que não. Então, como se consegue que seja feliz?
Voltamos a colocá-lo em seu elemento. O levamos outra vez para a água.

Nunca será feliz na praia, simplesmente porque não foi feito para estar ali.
E nada estará totalmente bem até chegar ao lar.
Viveremos momentos especiais. O recém nascido
sobre nosso peito, a noiva no nosso braço, o sol sobre nossas costas. Mas até esses momentos são apenas vislumbres de luz
que atravessam a janela do céu. Deus flerta conosco. Nos tenta. Nos corteja. Esses momentos são os aperitivos do prato que deve vir.

“As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam” (1 Coríntios 2:9, ACF).

Mas também está dentro de nós. O canto da cotovia.

Que cante. Que cante na escuridão. Que cante ao amanhecer.

Que seu canto o lembre que não foi criado para este lugar e que existe um lugar criado para você.

Mas até então, seja realista. Reduza suas expectativas a respeito da terra. Nunca haverá um carro novo, uma esposa nova ou um novo bebê que possa dar-lhe o gozo que anela teu coração.

Só Deus pode fazê-lo.
E Deus o fará.

Seja paciente. E preste atenção. Atenção ao canto da cotovia.

Texto extraído do livro Quando Deus sussurra seu nome, de Max Lucado

Anúncios

Tags: , , , ,

2 Respostas to “Não fomos feitos para esse lugar”

  1. Paulinha Says:

    Amém!!!
    Q mensagem !!

  2. Talyta Says:

    Que mensagem maravilhosa!!!
    Amém!!!!!!!!

Comentários encerrados.


%d blogueiros gostam disto: